Alemanha vai proibir o uso de carros à combustão

A Alemanha, um dos países com as montadoras de carro mais tradicionais como Volkswagen, BMW, Mercedes-Benz tomou uma decisão muito importante e ousada perante o panorama mundial: vai proibir o uso de carros à combustão.

A decisão polêmica foi aprovada pelo Conselho Federal na última quinta-feira dia 18 de outubro, para atender a decisão de reduzir as emissões de poluentes determinadas pelo Pacto Mundial sobre o Clima da Conferência de Paris, em dezembro do ano passado.

A mudança no uso dos combustíveis automotivos será feita em duas etapas: a partir de 2030 a venda de carros que usam gasolina e diesel como fonte de energia serão proibidos; depois, em 2050 esses carros serão proibidos de circular no país.

Isso implica numa mudança cultural profunda no país, mas o governo alemão preparou uma série de incentivos para facilitar a transição: serão investidos até 2019 US$ 1,3 bilhão para o subsídio de compras de carros elétricos. O governo oferecerá para a população US$ 4,4 mil para a compra de um carro elétrico e de US$ 3,3 mil para um híbrido.

Outras mudanças na tradicional indústria automobilística serão feitas e muitas profissões e empregos deixarão de existir, mas em compensação, muitas novas serão criadas. Mas tudo isso vem por um bom motivo: a Alemanha quer reduzir a emissão de dióxido de carbono (CO2) entre 85 e 90% até 2050.

Frederico Rocha

Estudante de engenharia ambiental na Escola Politécnica da USP, escreve periodicamente para o VemdoLixo, além de cuidar da parte de marketing.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *